Category: Games


No dia 20 de fevereiro de 2013, foi oficialmente anunciado na PlayStation Meeting o jogo exclusivo para o PS4, Knack.

Knack não chamou a atenção dos jogadores, por ser um jogo sem graça e muito infantil. A história conta de um doutor que coleciona relíquias, e descobre uma “coisa” que se chama Knack. Essa coisa é formada por relíquias, e pode aumentar de tamanho ao decorrer das fases juntando relíquias achadas pelo caminho. Sua aventura é salvar a humanidade dos goblins e Viktor (o antagonista da história), que tenta achar a chave para abrir a porta dos segredos das relíquias.

Ao decorrer das fases, Knack apresenta novos poderes, tais como absorver madeira com fogo, metal, gelo e cristais energéticos que te dão poderes para soltar “especiais”. Além de se tornar invisível, diminuir e aumentar de tamanho.

Knack é o protagonista da história. É quem você controla o momento todo e salva a humanidade de Viktor e os goblins. Durante as fases, com o decorrer de relíquias resgatas, Knack aumenta de tamanho, obviamente aumentando sua força, poder e vida. Mas caso você sofra algum dano, perde parte do seu tamanho baseado nas relíquias. Foi achado pelo Doutor 20 anos antes da história começar, mas foi desvendado muito tempo depois, sendo fiel ao Doutor em sua jornada para salvar o mundo das mãos dos mau feitores.

Além de Knack, outros personagens importantes aparecem na história, tais como:

Lucas é o assistente do Doutor. Tem 15 anos, e é um garoto inteligente e esforçado, porém teimoso. Perdeu seus pais quando era novo, e foi entregue ao Doutor para que fosse criado, mas ainda tem contato com seu tio Ryder. Lucas aparece com frequência no enredo, sendo de fundamental importância, e fazendo o Doutor mudar de decisão em determinadas partes do jogo. Por ser teimoso, demora bastante pra ganhar a confiança do Doutor.

 

 

O Doutor achou Knack ainda jovem, mas só descobriu desvendar seu mistério 20 anos depois. Em uma expedição com Charlotte, ele encontra as relíquias de Knack, levando para casa para poder ser estudado. O Doutor é capaz de deixar de se importar com a humanidade para poder descobrir o mistério das relíquias e de onde Knack surge, mas com o decorrer da história, ele acaba mudando e decidindo fazer a coisa certa para salvar a humanidade.

Ryder é o tio de Lucas, e é um cara explorador, tendo visitado muitos lugares perigosos. Sempre gostou de aventuras onde o Doutor participa. É corajoso e sempre está por perto, fazendo de tudo para ajudar Knack  salvar a humanidade. Dentre os personagens principais, é um dos poucos que menos aparece, somente onde outros estão em perigo e precisam da ajuda dele.

Viktor aparece bastante no jogo, sendo o antagonista principal, onde tem a ambição de querer descobrir a chave para as relíquias. A mesma do Doutor, mas com alguns métodos diferentes.Ele é rico e tem um exército de robôs e soldados pra ele, além dos goblins que são seus aliados. Ele tem sua fiel assistente, que se chama Katrina, além de ser chefe das forças de segurança.

Katrina é a chefe da segurança de Viktor, e faz de tudo para derrotar Knack e sua equipe, mas é sempre impedida por Ryder ou Knack. Mulher inteligente, ágil e veloz. De confiança do Viktor e eventualmente manipula robôs para destruição.

A jogabilidade de Knack não é lá essas coisas. Basicamente soco, pular, desviar e soltar o especial. Muitos botões, mas pouco aproveito do dualshock4. Por isso acaba tornando o jogo um pouco difícil de passar de fase. Por não haver um modo de defesa, é preciso criar uma estratégia para derrotar alguns inimigos. Não é que sejam inimigos difíceis, mas muitos deles acabam atrapalhando, e essa falta de modo de defesa do jogo, com um hit, pode tirar mais da metade do life, e prejudicar o jogo pra frente, além dos checkpoints que foram mal projetados. Com isso, o jogo pode acabar sendo chato, e fazer o jogador deixar o controle de lado, ou fazê-lo trocar de jogo.

Mas o jogo tem suas coisas boas, além da história, se você tiver um amigo que também joga Knack, é possível envia-lo relíquias especiais achadas para ajudá-lo em determinada parte do jogo. Alguns itens que permitem o progresso e melhorias durante a história. O gráfico é do estilo desenho animado, 1080p e bem chamativo. Texturas boas e uma dublagem mais que aceitável. Algumas vozes conhecidas, e até digna de oscar (não).

Bem, Knack não é aquele jogo que vaaaaaale a pena comprar, mas se você ficou curioso, compre. Pode ser que goste, ou não. Foi comparado a Crash, mas Crash é mil vezes mais divertido haha. O jogo ainda está a um preço um pouco salgado, mas é bem provável que abaixa devido a sua negativação na mídia. Eu gostei do jogo devido a história e textura, mas não seria um jogo maravilhoso. É legal pra zerar e nunca mais jogar hahahahaa.

Anúncios

Um dos novos da NextGen

Antes de começar, quero agradecer a 4 pessoas. Quero agradecer primeiramente aos meus tios que trouxeram o video game da Itália, depois meu pai que me deu o dinheiro pra comprar UHAEUHAUEHAUEH e finalmente ao lindo do ADM Igor.

Tive a oportunidade de viajar e prenotar o Playstation 4 Killzone Edition, que vem com 2 controles, câmera, mono set e o jogo (duh), e nada é mais lindo que o console. (Não gosto de FPS, mas comprei essa edição pelo fato de ter mais itens rs)

O console foi lançado dia 15 de novembro nos Estados Unidos, e dia 29 na Europa e Brasil, competindo diretamente contra o Wii U e Xbox One. A Sony anunciou o PS4 na conferência da Sony em fevereiro de 2013, gerando muita ansiedade nos fãs, fazendo com que a as pré-vendas do consoles se esgotassem rapidamente. Vou dividir o post em algumas etapas.

Controle:

 O joystick foi anunciado bem antes do console, tendo vazado na internet. O controle fugiu do padrão que era do PSX, PS2 e PS3, havendo um espaço touchscreen, muito útil para determinados jogos. Além disso, os botões “Start” e “Select” não existem mais. Foram substituídos por “Share” (onde o jogador pode transmitir partidas ao vivo através do Twitch, carregar prints e vídeos. Compartilhando links no Twitter e Facebook, fazendo com qualquer um assista sua partida ao vivo.) e “Options” (que no caso substituiria o Start). O botão “PS” permanece mais abaixo e na parte superior lateral, tem um led que de acordo com o jogo, ele muda a luz para azul,verde, laranja e vermelho. Exemplo disso é Killzone, que quando seu life está cheio, a cor fica verde, e life baixo, vermelho. Fifa, quando o jogador é o player 1, a cor é vermelha. Na parte inferior lateral do joystick, tem um encaixe para o mono set, que serve para partidas transmitidas, onde sua voz vai sair junto com o stream, além de ser útil para partidas online.

Câmera:

Ela não é um “Kinect da Sony”, mas é tão boa quanto. O diferencial é que você precisa do controle pra poder controlar os mini-games. Nele estão embutidos 4 canais de microfone, e duas lentes, uma pra rastrear o movimento e outra pra capturar o vídeo. O aplicativo para jogar com a câmera é o Playroom.

Console:

Mostrou bastante diferença do seu antecessor, sendo mais um console para a rede social. O menu apresenta todos os seus jogos instalados, troféus, amigos online, TV e Vídeo, Music Unlimited, navegador, Notificações, acesso remoto com o PS Vita, bibioteca, Party entre outros. Nas configurações, você pode sincronizar sua conta da PSN com a do Facebook e Twitter, assim a cada troféu conquistado, será automaticamente compartilhado nas redes sociais. Outra coisa bem interessante é o seu menu fácil e de acesso rápido.

O acesso remoto com o PlayStation Vita será útil, como por exemplo, você pode jogar seu ps4 de qualquer lugar com acesso a internet no PS Vita. Sim, isso é possível.

Mobile_Photo_131210_014806

Os botões R1,R2, L1 e L2 serão utilizados pelo touchpad que fica atrás no PS Vita.

Vale a pena comprar? Se você tem condições ou conhece alguém que mora fora e possa trazer um, sim. Vale a pena. Mas ainda estão saindo jogos para o PS3, e os gráficos não mudam muito, como de costume em todo início de geração. Se não, fique com seu PS3 que ele ainda vai durar uns 4 a 5 anos, e pagar 4 mil reais não vale a pena.

Para quem comprou alguns títulos de PS3 como Assassin’s Creed IV, Fifa 14, Injustice Complete Edition, Battlefield 4 e Call of Duty Ghosts, há uma código dentro do jogo que ao inserir na PSN do Playstation 4, com uma taxa de 10 dólares, é adquirido a versão do console novo.

Foi lançado também um aplicativo para smartphones e tablets, o Playstation App, que gerencia seu console de onde estiver, podendo mandar mensagens para seus amigos, ligar o console, ver troféus… Como uma rede social da PSN.

Bom, é isso que descobri do novo console, mas ainda existem muitas coisas para serem exploradas, afinal, não tem nem um mês que o video game foi lançado, e já tem muita gente interessado pelos títulos exclusivos que a Sony oferece.

Jairo apresenta o bônus round do nosso querido ADM Igor.

Mobile_Photo_131210_021107

Igor agregando valor no Burger King de Salvador com o PlayStation dos outros.

Então é isso galera. Muito obrigado, e até a próxima.

Hoje iremos falar sobre Batman Lego 2: DC Super Heroes, recebendo nota 8 pela Gameinformer e 80/81 da Metacritic. O jogo se tem a mesma dinâmica que os outros jogos da Lego, só que com um toque a mais de jogabilidade e criatividade que seus antecessores.

A história começa com Bruce Wayne e Lex Luthor no teatro de Gotham City para ver quem receberá o prêmio do “Homem do ano”, e é claro que o Bruce vence, gerando uma certa inveja no Luthor, e alguns instantes depois, aparece um grupo de vilões composto por Coringa, Pinguim, Charada, Harley Quinn e Duas Caras. Com a ajuda do Robin, ele derrota a maioria, sendo que o Coringa foge, fazendo o Batman fazer uma longa perseguição, até que o captura. Mas não acaba aí. Lex Luthor invade o Arkham Asylum com o Deconstructor, uma arma que destrói peças “pretas” do jogo, alimentada por um tipo de Kryptonita que não afeta o Superman.

 Cada fase que você conclui, o modo free-play é desbloqueado, fazendo com que você volte a jogar com outro personagem e abrir áreas novas para obter objetos e personagens.

Na Batcaverna, é possível criar seus personagens, criando como exemplo o Superboy, Supergirl, Asa Noturna… e por aí vai. Além dos personagens da Liga da Justiça, que fica disponível logo após terminar a história principal. Vilões e outros heróis também estão disponíveis através do Shop que fica no Menu do game.

Ao terminar a história principal, as missões da Liga da Justiça também estarão disponíveis, com outros vilões além dos disponíveis em Gotham City.

O jogo está disponível para PlayStation 3, PlayStation Vita, Nintendo DS, Nintendo 3DS, Nintendo Wii e PC. É um jogo bastante divertido, que quem curte Lego e super heróis não pode deixar de jogar. Além de engraçada, a história te prende um pouco, e é preciso ter uma base do inglês para poder entender.

Até a próxima 😀

 

Diversão pra você e seus amigos

Olá meu povo estou aqui de novo, mas hoje pra falar do Nintendo Land, jogo lançado em dezembro de 2012 para a plataforma Wii U.

O que é o Nintendo Land? O jogo é um que mostra um clima de parque de diversões, usando todas as funcionalidades do Wii U e seu GamePad, da mesmo forma que o Wii Sports foi lançado e usando as funcionalidades do Wii Remote. O jogo apresenta 12 minigames com os sucessos da Nintendo. Entre eles temos Mario, Donkey Kong, Zelda, Metroid, Pikmin e outros que logo mais vou descrever.

No início, temos o auxílio do NPC Monita. Um robô com formato de tela que te dá dicas de como jogar, como desbloquear os itens no parque e passo a passo pra usar o Miiverse.

Os jogos são divididos em 4 categorias:

Team Attractions: Existem 3 minigames que podem ser jogados entre 1-5 players. São eles The Legend of Zelda: Battle QuestMetroid Blast Pikmin Adventure.

 Pra mim, um dos jogos mais legais do Nintendo Land. Você pode escolher se quer ser um guerreiro ou um arqueiro. Caso queira ser um arqueiro, você deverá usar o GamePad. Movimentando o GamePad em direção a tela, ela servirá como uma mira, e movimentando para baixo, ele irá recarregar as flechas automaticamente. Já se você quiser ser um guerreiro, você vai precisar do Wii Remote, e ataca fazendo movimentos similares, e pode até bloquear um ataque pressionando o botão B atrás do remote. Nesse minigame você irá passar quest por quest, desbloqueando moedas para o parque, e até Stamps (Vou explicar mais no final o que são essas Stamps).

 Aqui você irá escolher entre voar com a sua nave ou ir andando derrotando seus inimigos na base da luta corpo a corpo. Uma das vantagens desse minigame são as fases diversificadas e o nível que varia bastante de uma fase a outra.  Podendo jogar até 5 jogadores simultâneos, variando entre Assault Mode (o líder com o GamePad assume o controle da Gunship e o restante usa o Wii Remote + nunchuck), Surface to Air (onde o jogador com o GamePad batalha contra os outros que estão com o Wii Remote) e o Ground Combat ( Apenas jogadores com Wii Remote lutarão entre si).

 Pikmin entre os 3 é o mais simples. No Challenge Mode você poderá usar o GamePad, encarnando o Olimar, e caso tenha amigos com o Wii Remote, eles serão os pikmins, havendo um trabalho em equipe. Já o Versus Mode, o objetivo principal é recolher candies, e óbvio, evitando os outros de pegar as candies. Vence o melhor.

Competitive Attractions: Nesse modo, existem 3 minigames, e aqui você não vai poder jogar só. O modo de jogo são 2-5 players, e basicamente todos os 3 minigames tem o mesmo estilo, só que com metas diferentes. Chame alguém por perto pra a diversão ficar completa. São eles: Mario ChaseLuigi’s Ghost Mansion Animal Crossing: Sweet Day.

Mario Chase vai ser aquele minigame que você vai jogar logo de cara. Claro, é o jogo do Mario. Aqui você vai necessitar obrigatoriamente do Wii Remote. Quem estiver com o GamePad, encarnará o Mario e irá se esconder dos “Toads” (players com o Wii Remote) para poder começar a brincadeira. O jogador que irá se esconder usará somente a tela do GamePad para poder correr dos Toads e dos Yoshis que tentarão atrapalhar. Já os jogadores que estarão jogando com os Toads, deverão usar a televisão para poder achar o Mario. E isso tudo tem um tempo pra ser batido. Caso você não consiga capturar o Mario em um determinado tempo, ele vencerá a partida. Quanto mais pessoas jogando, menos Yoshis serão colocados no minigame para deixar o jogo mais legal.

O meu preferido das Atrações competitivas. Pra quem não tem 3DS e não pode jogar Luigi’s Mansion, é uma boa. Não muda muito do Mario Chase, mas aqui você vai ter que achar o fantasma. O jogador que estiver usando o GamePad se tornará um fantasma e deverá evitar as lanternas dos caçadores de fantasmas e das “Monitas” que estarão ali para poder atrapalhar. O jogador fantasma usará o GamePad e os outros o Wii Remote pela televisão. Caso você seja o fantasma, deverá evitar a luz para que ninguém te veja, seja das trovoadas ou das lanternas.Não vacile, você haverá somente 100 de HP. Se for o caçador de fantasma, deverá tomas cuidado, já que o fantasma poderá te pegar também, e você só terá 3 vidas restantes. Para que o jogo fique igual, seu remote irá vibrar quando o fantasma estiver perto do seu Mii. Outra coisa é a bateria da lanterna que desgasta, e quando estiver quase acabando, aparecerá no mapa uma pilha para poder recarregar.

A diferença desse minigame para os outros é que nesse você vai coletar doces que caem das árvores (WTF). É. Você coleta 15 doces e vence, mas caso você for pego, perde um doce. Quem estiver usando o GamePad é o guardião dos doces, onde ele evita que os ladrões levem embora. Já quem usa o Wii Remote, vai fazer o papel dos ladrões. Na minha opinião, o minigame mais fraco do jogo.

Solo Attractions: Acho que o nome já diz tudo. 6 minigames que valem a pena passar o tempo jogando, e é preciso ter paciência e habilidade. São eles: Takamaru’s Ninja Castle, Donkey Kong’s Crash Course, Captain Falcon’s Twister Race, Balloon Trip Breeze, Yoshi’s Fruit Cart Octopus Dance.
 Cada cenário tem um inimigo diferente. Esse jogo é pra aquele que gosta de Ninjas. Você usa o GamePad deitado e atira shurikens em direção a televisão, tentando acertar ninjas, vasos com itens e outros. Quanto mais rápido for seu movimento, mais forte o shuriken será arremessado. Pra recarregar sua munição, basta movimentar rapidamente seu GamePad. Um jogo muito divertido.

 

 

Você jogou o Donkey Kong dos anos 80 que tinha o Mario? Pois então, não tem nada a ver com o jogo original. Meu preferido da atração solo. O cenário é o mesmo, mas aqui você controle tipo um carrinho, mantendo o GamePad da direita pra esquerda equilibrando-o e você utiliza até do sopro no minigame. Desafiador, criativo e divertido. Com certeza esse minigame vai te viciar e tirar bom tempo em frente a TV. Cuidado que o carrinho é frágil e evite bater com força nas paredes, plataformas e outros.

 

 

Outro jogo legal. Colocando o GamePad na vertical, você participará de uma corrida do game F-Zero. Você tem um tempo pra bater, e evitar os obstáculos da pista. Inclinando até 90°, o controle fica uma maravilha. Uma dica: Para diminuir a velocidade e evitar bater nos obstáculos, só tocar na tela do GamePad.

 

 

 

Joguei pouco esse, e a meta desse jogo é você usar o Stylus para controlar seu personagem pelo cenário, além do vento, destruir obstáculos e derrotar inimigos. Uma desvantagem é que é necessário ficar de olho no GamePad e na TV ao mesmo tempo, o que cansa bastante. Um segundo jogador pode participar destruindo os blocos com o Wii Remote e ajudar o jogador principal.

 

 

E por último, Yoshi’s Fruit Cart. Outro minigame divertido que faz você gastar seu tempo, mas é uma pena que seja repetitivo. Nesse minigame você deverá usar o GamePad e fazer um trajeto para o Yoshi comer os alimentos para que não perca energia, e evitar que caia em buracos, além de haver ordens dos alimentos. A cada fase a dificuldade vai aumentando. A tela da TV exibe as frutas, mas a do GamePad não, e você terá que decorar o local das frutas.

 

 

Bom, Stamps são selos que você recebe ao completar determinadas metas dos minigames, tal como passar por fases sem tomar dano, sem errar tiros, ataques, executar uma tarefa em um determinado tempo entre outros. Para receber stamps douradas, você deverá já ter passado por todas as fases e irão aparecer descrições dos objetivos.

Uma das vantagens que eu disse até no post sobre o Wii U, foi a utilização do Miiverse nos jogos. Aqui pessoas do mundo inteiro que estão conectadas , poderão visitar seu parque aleatoriamente. Uma jogada da Nintendo que deu certo até demais. Aqui elas irão deixar mensagens visíveis e durante o minigame, pressionando o botão HOME e entrando no Miiverse, automaticamente entrará na comunidade do Nintendo Land e fará um post com o print feito, deixando alguma mensagem, seja se exibindo que conseguiu passar da fase, enviar para um amigo e outros.

Ao tocar na torre central, você será direcionado a outro minigame muito, mas muito simples que de acordo com a quantidade de Coins que você conseguiu jogando os minigames, é possível desbloquear atrações no seu parque. Quanto mais moedas, mais chances de conseguir uma nova atração

Minigame para desbloquear as atrações do parque.

O objetivo é acertas as moedas nos círculos azuis. Completando todos, será adicionado um bloco (igual a franquia Super Mario) no canto superior e você será direcionado para outra fase. Quando você gastar todas as suas moedas, o minigame será finalizado, voltando para o Plaza (área do parque), e os blocos serão adicionados para desbloquear. Para fazer isso é só dar um clique no bloco e divertir.

 

Minha opinião: Nintendo acertou fazendo esse jogo tanto quanto acertou no Wii Sports e Wii Resort. Um jogo que utiliza todas as funções do GamePad e que vai ficar em alta sempre. É possível jogar só, mas é muito mais divertido jogar com seus amigos, basta ter no estoque alguns Wii Remotes, ou peça para seus amigos emprestado. O preço médio no Brasil desse game é de 99 reais até 150. Já fora, você acha de 19 dólares. Vale a pena deixar ele na sua estante de games para quando a galera quiser jogar algo divertido em grupo, e ainda te ajuda a desbloquear itens para o parque.

Bom, escrevi muito, e espero que tenham gostado. Até a próxima 😀

Um remake de vez em quando é sempre bom

E aí meu povo, estou aqui mais uma vez, e dessa vez é pra falar sobre a remasterização que a Capcom e a Disney fizeram para o Playstation 3, Xbox 360 e Wii U. Ducktales: Remastered.

O jogo original foi lançado em setembro 1989 nos Estados Unidos e no Canadá para Nintendinho, já para as outras regiões foi lançado um ano depois havendo versões para Game Boy. O estilo é aquele clássico game dos anos 80. Caça ao tesouro e fases e mais fases, alternando o nível de dificuldade.

Você encarna o tio Patinhas, começando com os irmãos metralhas invadindo sua casa/cofre, querendo levar toda a sua fortuna, mas é impedido pelo pato milionário e seus sobrinhos. Ao terminar a primeira fase, o tio Patinhas descobre que pelo mundo (e um na lua) há 5 tesouros espalhados. São eles: a Amazônia, Transilvânia, Himalaia, Minas Africanas e a lua.

Diferença dos gráficos entre o jogo original e o remake.

Os jogos estão disponíveis na PSN e na Live por R$ 30,99, já na Eshop, custa U$ 14,99. Dependendo do país da compra o valor taxado é diferente, no meu caso custou 75 centavos.

Minha opinião: Ducktales remastered é aquele tipo de jogo que você senta (ou deita) e  jogo por umas 2 horas e termina ele. É, ele não é um jogo grande, mas é muito divertido. Aquele jogo clássico da Nintendo pra matar a saudade. Idioma em português, música nota 10, gráfico nota 10, diversão nota 10 e vale muito a pena comprar. Só pra vocês terem noção, o remake foi tão levado a sério, que até a abertura da Capcom foi mantido (igual ao Aladdin).

Bom, é isso. Até mais 😀

A criança criou um novo brinquedo…

Olá meus caros… O post de hoje será sobre o novo (nem tanto) brinquedo da Nintendo Wii U.

Versão Deluxe

O Wii U foi lançado em 18 de Novembro de 2012 na América do Norte, 30 de Novembro na Europa, e em 8 de Dezembro no Japão, sendo antecessor do Wii, lançado em 2006. Mas, o que dizer sobre esse console?

Eu comprei ele recentemente e digo que é fantástico você ter um Wii U contigo. Ele não precisa de televisão pra jogar. SIM! Não precisa 😀

O GamePad funciona como um tablet e ele é capaz de reproduzir o jogo sem problemas. Você que está afim de jogar na hora que sua mãe assiste aquela novela chata, e fica p da vida porque ela que manda na casa e vai ser novela e pronto UHAEUHAUEHAE. O GamePad pesa 500g, o que torna muito agradável de segurar, além de ter microfone, alto-falante, câmera frontal, ser touch-screen, ter uma stylus e servir como controle remoto para sua televisão. É hehehe Basta configurar com a marca da sua televisão, que ele serve como controle, sem necessidade de pegar o controle mesmo da TV e ligar quando sua mãe acabar de assistir a novela.

O Console tem a possibilidade de você jogar jogos de Wii. basta inserir um disco original e ter um wii remote (nesse caso, o GamePad será desligado automaticamente ao selecionar o modo Wii)., fora o eShop que tem jogos e aplicativos muito legais, tais como YouTube, Amazon, Netflix e outros.

Uma grande novidade é o Nintendo Network melhorado. Fora o eShop que já foi mencionado ali em cima, você poderá participar do Miiverse. O que seria esse Miiverse? É uma “rede social” do Wii U, onde você ao criar um vinculo de sua conta da Nintendo Network, é capaz de entrar em comunidades de jogos do próprio console, ou até mesmo dos consoles antigos. Homenagens, humor, desenhos feitos por você mesmo, fazer amizade e muito papo.

Como a imagem ao lado mostra, esses são os jogos mais jogados do momento, e mostra a quantidades de pessoas conectadas ao Miiverse que estão jogando ou acessando o aplicativo naquele exato momento. É… A Nintendo acertou nisso hahaha.

No momento, para você poder conectar com o eShop, é necessário selecionar ao configurar seu console que você mora nos Estados Unidos, México ou Canadá. Já pra comprar é mais complicado ainda. Ou você compra com um cartão internacional (que no caso necessita de um endereço de lá), ou pelos Nintendo points específicos pro Wii U (NÃO COMPRA PRA WII OU 3DS, SENÃO VOCÊ PERDERÁ SEU DINHEIRO).

E os jogos? Não foram lançados muitos jogos ainda, mas o que foram lançados sempre tem uma nota positiva. Vou citar alguns deles:

Super Mario Bros U: Sempre haverá um, a história é a mesma, mas nunca se tornará um jogo chato, até porque a jogabilidade muda e impressiona que realmente gosta do encanador italiano. A possibilidade de jogar sem TV melhora a experiência ainda mais, sendo possível jogar com 4 players, igual ao Wii. Nesse caso, é necessário ter 3 Wii remotes para poder controlar os 3 outros personagens. Recentemente foi lançado em DLC e mídia física o Super Luigi Bros U, que conta com 80 novas fases e o protagonista (óbvio) é o Luigi, onde o Mario some e a responsabilidade cai toda em cima do seu irmão

Nintendo Land: Com seu Mii, você vai viver na pele as aventuras dos seus personagens favoritos da Nintendo. Algumas missões divertidas, tais como achar tesouros, pega-pega, esconde-esconde e caçar fantasmas. Tudo de uma forma divertida. O interessante é que em alguns minigames, quem está com o GamePad, tem uma missão totalmente diferente de quem está com os Wii Remotes. Seja atrapalhando ou ajudando.

Agora vou dar a minha opinião:

Caso você queira comprar o Wii U pra que ele seja dito como o console da próxima geração, esqueça! O Wii U é ótimo, mas ele jamais vai conseguir bater os consoles da Sony e da Microsoft. A Nintendo demorou pra avançar com um console de geração HD, tudo por erro de calculos. Todos gostam de criticar a Nintendo com seus jogos de gráficos medíocres, mas se você parar pra pensar bem, os consoles da Nintendo são feitos pra jogar em família. Nada mais divertido jogar Wii Resorts, Nintendo land, Super Mario com seus irmãos e primos. Compre pra jogar os jogos EXCLUSIVOS da Nintendo. Super Mario, Donkey Kong, Smash Bros, The Legend of Zelda… Aí sim, você não vai se arrepender.

Preços:

Existem 2 versões do Wii U, a versão Basic e a versão Deluxe. As diferenças não ficam só na cor, mas na capacidade, e acessórios inclusos. O Basic (cor branca), vem com 8GB de memória, já o Delux (cor preta) acompanha um jogo (Nintendo Land), 32GB de memória, base para carregar o GamePad e outra base para apoiar o Game Pad. O preço do Basic é de U$ 299,99, já o Deluxe fica de U$349,99, e a data prevista para início de venda do console no Brasil é no final deste ano, sem preço médio.

Bom, passei pra vocês um pouco das características do Wii U e da minha breve opinião sobre o console. Espero que tenham gostado, e quem sabe você poderá estar comprando o Wii U daqui a algum tempo xD

Um grande abraço , Luca 😀

Sim, estou falando de Injustice: God Among Us. Comprei o jogo essa semana, e é simplesmente FANTÁSTICO. Um dos melhores jogos que comprei nos últimos anos, fiquei fascinado quando comecei a jogar. Gráficos ótimos, jogabilidade incrível e história épica. O game é INCRÍVEL, e vale a pena cada centavo que você gastar comprando esse ele.

Image

Bom, o jogo relata a fase dos Novos 52, onde o Coringa joga uma bomba atômica na cidade de Metrópolis, matando milhões de pessoas, inclusive quem o Clark Kent mais ama… A sua família. Se eu não me engano, essa foi o pior atentando do Coringa contra a humanidade, e não podia ficar fora de um game.

Ao ser interrogado pelo Batman na própria cidade de Metrópolis, o Superman invade/atrapalha o interrogatório, com um nível extremo de raiva, e acaba perdendo o controle, vingando e matando o Coringa. O Batman tentou impedir do Homem de Aço de  matar o palhaço, mas não conseguiu.

Image

O jogo relata 2 dimensões. Uma é a que o Superman implanta uma nova ordem mundial, onde ele é denominado o “deus”, e quem for contra ou desobedecer a suas ordens é condenado à morte. Já em outra dimensão, Metrópolis não tinha sido destruída ainda, mas estava nos planos do Coringa.

Quando o vilão estava prestes a destruir Metrópolis, alguns heróis desta dimensão são teletransportados para a outra, com o propósito de deter o Homem de Aço. Quem os mandou foi o Batman da Terra Um, que é o líder da Insurgência (Rebelião contra o Superman).

A jogabilidade é incrível. Os comandos são excepcionais e o modo de batalha foi melhor que o esperado. Você usa e abusa do cenário quantas vezes quiser, e os Combos… Nem se fala. Nota 1000. Apesar de o jogo ter sido feito pelos mesmos criadores de Mortal Kombat, não haverá Finish Him. MUAHAHAHAHA!

Dublagem: Bem, quem já jogou Assassin’s Creed III sabe que todos ficaram ansiosos com a dublagem e ficaram loucos pra ver se reconheciam alguma voz… Bem, a dublagem que a Ubisoft arranjou para os brasileiros ficou uma porcaria. Em clipes do jogo a dublagem até que enganava, mas durante o modo free, havia falhas na dublagem e às vezes você percebia a voz meio “gritante”.

Vou deixar aqui um trailer dublado do Injustice:

Como vocês viram, a dublagem está ótima, e a Warner aproveitou o estúdio de dublagem no Brasil e fez com o que o jogo se ficasse melhor ainda.

Como vocês viram, a produção está ótima, e a Warner aproveitou o estúdio de dublagem no Brasil e fez com que o jogo ficasse melhor ainda.

Skins do Coringa e uma que está chamando a atenção:

Sim, Superman, Mulher-Maravilha e Solomon Grundy retratam a vida em um universo paralelo, onde eles vivem na Rússia comunista. A DLC se chama Red Son. Segundo sites como Omelete e Baixaki jogos, essa DLC trará aos jogadores 20 missões extras, e estará disponível a partir da terça-feira dia 21/05. Não se sabe o preço ainda, mas quem é fã com certeza vai querer comprar.

O IGN tem postado recentemente que a probabilidade de alguns personagens como ZOD, Scorpion, Sub-Zero (SIM, do MK), Caçador de Marte, Capuz Vermelho e Poderosa. Nada confirmado pela Warner e pela NetherRealm, mas são boatos prováveis.

Durante a batalha, você poderá usar do cenário a seu favor. Quando aparecer na tela o botão R1, basta pressiona-lo que o seu personagem responderá, dependendo do cenário, usando bombas, mísseis, motos, carros, robôs, mesas ou qualquer outra coisa disponível. A NetherRealm fez de tudo para que os cenários fossem usados o máximo de vezes possíveis.

Bem, é o que tenho a dizer sobre o jogo. Magnífico!! Dou 9.5 pra esse game e vale cada centavo que você gastar nele. Agora é esperar o que a produção tem a nos oferecer com as DLC’s.

O jogo está disponível para Playstation 3, Xbox 360 e Wii U. Caso você tenha um iPhone (4+), iPod ou iPad, vale a pena baixar também o aplicativo grátis e desfrutar com 5 personagens disponíveis.

Video Game High School – Episódio 1

Video Game High School ou VGHS é um webshow que estreou dia 11 de maio no youtube com uma temática que me chamou muita atenção: Videogames… Produzida por ninguém menos que o mestre de edição de vídeos, o famoso YouTuber Freddie Wong através da sua produtora Rocket Jump, a série já teve mais de 4 milhões de visualizações em duas semanas.

A série conta a história do gamer BrianD que após derrotar um dos melhores do mundo numa partida dum jogo de fps, é chamado para estudar na Video Game High School, uma escola onde os alunos aprendem as técnicas e desenvolvem as suas habilidades nos jogos, lá além de tentar fazer amigos e se enturmar como todos nós, ele ainda tem que criar a sua reputação no mundo dos games. A primeira temporada está planejada para ter 9 episódios e a medida que os forem saindo com legendas em português, vou postando aqui no Overdose. Fiquem com o primeiro episódio e até o próximo 🙂