Aqui estou eu com mais um post sobre cinema, desta vez vamos com o filme Thor, dirigido por Kenneth Branagh, famoso por fazer o papel do Professor Gilderoy Lockhart em Harry Potter e a Câmara Secreta. O filme foi lançado em 2011 pela toda gloriosa Marvel Studios.

O filme começa com uma expedição a procura de anomalias astrofísicas em um deserto do Novo México, mas parece que eles acabam achando algo muito mais peculiar… Assim ouvimos uma história da mitologia nórdica contando como os Jotuns (Gigantes de Gelo) invadiram a Terra, chamada de Midgard, e como foram enxotados de volta a Jotunheim pelos asgardianos. Essa história é contada por Odin (pai de todos os deuses) para seus filhos Thor e Loki… Pulamos para o que parece ser uma cerimônia, Thor e Loki já são adultos e esse é o grande dia de Thor, é a sua coroação como rei de Asgard e protetor dos nove reinos. Mas antes que Odin o declarasse rei, algo o impediu. Alguns Gigantes de Gelo invadiram a sala de armas e quase levaram uma das relíquias, a “Caixa dos Invernos Antigos” (a fonte de poder dos Jotuns, que foi levada por Odin como espólio de guerra).

A Caixa dos Invernos Antigos.

Isso irrita Thor profundamente, pois além de arruinar a sua coroação, os Jotuns quebraram a trégua entre seu povo e os asgardianos ao invadir Asgard. Levado pela sua fúria e impaciência, Thor, Loki e seus companheiros, desobedecendo as ordens de Odin, resolvem ir até Jotunheim e questionar Laufey (o rei dos Jotuns) o motivo da invasão. Mas a diplomacia não funciona como esperado e eles acabam entrando em batalha com os gigantes que os superam muito em número e os cercam em um desfiladeiro. Mas graças a Odin que chega na hora exata para salvá-los, eles conseguem fugir em segurança.

 

Odin, pai de todos, interpretado pelo Anthony Hopkins .

Quando retornam a Asgard, Thor e seu pai acabam entrando em discussão e Thor insulta Odin demonstrando ainda ser imaturo para se tornar rei. E assim Odin retira todos os seus poderes e acaba o banindo para a Terra, nos levando à cena do começo do filme. O grupo de pesquisa, liderado por Jane Foster (Natalie Portman, o par romântico de Thor no filme), acaba passando o carro por cima do nosso herói sem querer e o leva para o hospital, mas no outro dia ele acaba fugindo, pois nenhuma amarra, enfermeiro ou segurança é páreo para ele. A equipe o acha novamente e resolve levá-lo com eles. Enquanto isso o agente Phil Coulson da S.H.I.E.L.D. acha o martelo de Thor, “Mjölnir” que foi parar em um deserto ali perto no momento em que seu dono foi banido para a Terra.

 

Thor na sua forma humana. Ele assume a identidade do Dr. Donald Blake que é o nome do seu alter ego nos quadrinhos, do mesmo jeito que o Super Homem é Clark Kent, Thor assume a forma do jovem doutor.

Em Asgard, Loki acaba descobrindo a sua verdadeira natureza… Ele não é um asgardiano como sua “família” e amigos, ele descobre que na verdade ele é um Gigante de Gelo! Por isso que ele não foi afetado pelo poder dos Gigantes de Gelo em Jotunheim. Odin o conta que após a batalha pela Terra séculos atrás, ele achou um bebê de Jotun e o levou para Asgard junto com a  Caixa, para que futuramente os dois reinos pudessem formar uma aliança através de Loki. Odin não aguenta a emoção e acaba desmaiando..  Ele entra no “sono de Odin” e acaba ficando em um estado de coma profundo (uma das melhores cenas do filme, nota 10 pro Tom Hiddleston, o ator que interpreta Loki). Enquanto isso na Terra, Thor planeja de alguma forma recuperar o seu martelo que está em posse da S.H.I.E.L.D. que também se apoderou de todas as máquinas e equipamentos usados nas pesquisas de Jane, o que a deixa bastante furiosa.. Assim ela resolve levar Thor até a cratera onde está o martelo Mjölnir para que Thor possa recuperá-lo e também seus equipamentos. Já em Asgard, como Odin está incapacitado e Thor está banido, Loki sobe ao trono e se torna rei. Armando um plano para tirar Thor permanentemente da jogada, Loki se sente traído por Odin nunca ter lhe contado a verdade sobre quem ele realmente é.

 

A verdadeira forma de Loki como um Jotun.

Jane leva Thor até a cratera que está cercada de agentes da S.H.I.E.L.D. e mesmo assim ele invade o local. Após derrotar facilmente todos os soldados como se fossem “guardas de shopping”(XD Phil Coulson é um dos melhores personagens do universo cinematográfico da Marvel) ele finalmente chega no seu objetivo, mas ele não consegue mover o martelo do lugar apesar de toda a sua força (temos até uma pequena participação do agente Clint Barton, o Gavião Arqueiro nessa cena)… Decepcionado ele é capturado e levado para interrogação. Loki resolve fazer uma visita ao seu irmão e cumprir seu papel de bom e velho Deus da trapaça, ele conta a Thor que Odin está morto e não existe mais a possibilidade de Thor voltar a Asgard sendo que a mãe deles proíbe o retorno de Thor (-.- tudo lorota). Thor então resolve levar a vida humilde de um mortal e se adaptar ao dia-a-dia terrestre.

O poderoso martelo Mjölnir, forjado pelos anões no coração de uma estrela decadente.

Logo após, Loki vai para Jotunheim para armar uma aliança com Laufey e invadir Asgard, para que os Jotun recuperem a sua relíquia e que com a morte de Odin, Loki se torne rei definitivamente. Mas os companheiros de Thor que ficaram em Asgard, não aceitaram a ideia de esquecê-lo e resolvem ir até a Terra para levá-lo de volta, desafiando as ordens do novo rei. Loki ao ver que a ponte foi usada, resolve mandar o Destruidor (uma armadura viva super poderosa que obedece somente ao rei de Asgard) para exterminá-los. Thor fica muito contente ao se reunir com os seus amigos mas logo após essa alegria se transforma em ódio quando descobre que tudo aquilo que Loki lhe disse era mentira. Enquanto eles conversam, o Destruidor parte para a cidade para destruí-los, os asgardianos montam um plano de ataque, mas é inútil pois além da sua força, o Destruidor está atrás de Thor.

O Destruidor.

Ao perceber isso Thor pede para que seus amigos garantam a segurança dos demais, pois ele vai enfrentar o monstro sozinho… Mas Thor na verdade tem em mente se sacrificar para que Loki deixe os inocentes em paz.  No momento em que o monstro lhe ataca com um golpe fatal, Thor cumpre a sua missão de redenção e humildade, com esse ato ele está pronto para que os seus poderes sejam restituídos, e assim acontece. O martelo Mjölnir vem voando dos céus ao seu encontro e assim ele se transforma de um mero mortal ao poderoso deus do trovão!

 

A paisagem magnífica de Asgard.

Assim Thor derrota facilmente o Destruidor e parte para Asgard atrás do seu irmão. Chegando lá o nosso herói desmascara Loki que vê todo o seu plano se desmoronar com a chegada do irmão, assim eles entram numa luta épica que acaba por destruir a Bifrost (a “Ponte Arco-íris”) o portal entre os reinos. Na explosão, os dois que estão prestes a cair no abismo do cosmo, são salvos por Odin que tinha pressentido a energia e acordado do sono. Loki desesperado se desprende dos dois e desaparece na vastidão do vácuo… Com a ponte comprometida Thor está preso em Asgard e não tem como voltar à Terra para reencontrar a sua amada, mas ele sabe que ela ainda não desistiu e está à sua procura.

 

Anúncios