E os roteiristas acertaram mais uma vez. Esse foi mais um bom episódio de Touch, talvez o melhor, na minha opinião.

Como disse anteriormente a história de Clea precisava ser melhor desenvolvida e nesse episódio ela foi, o que acrescentou muito ao episódio e foi crucial para que as conexões acontecessem. Bohm não teve uma história especial, mas esteve envolvido no “caso da semana” se assim podemos falar, caso esse que foi muito bem construído e desenvolvido. Jake apareceu pouco, mas como a série gira em torno dele, ele é sempre importante e a surpresa desse episódio mesmo foi Teller, nos últimos episódios ele já vinha tendo destaque, mas nesse ele teve um destaque maior, a sua história passada, foi explicada e desenvolvida, e no final do episódio tivemos uma surpresa.

Com mais um excelente episódio, Touch vem se mostrando uma das melhores séries no ar atualmente.

Anúncios