Esse foi um episódio competente de Touch, não foi brilhante como os dois primeiros episódios, mas foi bem elaborado e mais uma vez teve um excelente final. Bohm teve o devido destaque e sua história foi bem desenvolvida, tendo o destaque merecido, a atuação de Kiefer Sutherland também merece ser destacada ele está dando um show, Jake também teve o destaque merecido e o ator que o interpreta, em mais um episódio, provou que não é preciso falar pra ter destaque. Clea está com uma história mal explicada, espero que nos próximos episódios sua história seja melhor desenvolvida.

Mas, enfim, porque esse episódio foi “apenas” competente, na minha opinião, porque  o roteiro foi conveniente demais e algumas histórias foram totalmente desnecessárias nesse episódio. Espero que nos próximos episódios Touch não se perca, e nos apresente e desenvolva a partir de um bom roteiro a história principal da série.

Anúncios