Chegou ao fim a primeira temporada de Alcatraz, e essa primeira temporada foi encerrada brilhantemente, apesar dos péssimos índices de audiência da série nesse episódio, ele pode ser considerado o melhor episódio da série. Seu inicio é bem chato, chega a ser sonolento, mas do meio para o final o episódio dá um salto e torna – se emocionante. Não vou falar muito sobre o episódio, porque, apesar de ele já ter sido exibido a um bom tempo, algumas pessoas ainda não assistiram e se eu contar alguma coisa o episódio pode perder a graça.

Nesse episódio revelações foram feitas, apesar de não se ter explicações aprofundadas sobre essas revelações, elas serviram para mostrar superficialmente o que aconteceu em Alcatraz e com os que voltaram,  essas revelações serviram também para nos intrigar, pois surgiram personagens novos nesse último episódio. Hauser e Dra. Sengupta estiveram muito bem e na minha opinião podiam substituir Madsen e Doc como principais na série, Doc não foi tão essencial e não acrescentou muito ao episódio e Madsen teve um grande destaque no episódio.

Enfim, a primeira temporada de Alcatraz alternou entre episódios bons e episódios ruins, os últimos episódios foram bons e encaminharam muito bem a série, que ainda tem futuro indefinido, esse episódio em especial deixou um excelente gancho para uma nova temporada, que eu espero que venha a ocorrer, mas isso não depende de mim, depende da FOX.

Notícias sobre a Alcatraz, inclusive sobre sua renovação ou cancelamento você pode acompanhar aqui no blog, aqui você também pode acompanhar críticas sobre os episódios de Grimm e Touch.

Anúncios