Imagem

Em 21 de março de 1963, mais de trezentos presos e mais de quarenta guardas desapareceram da prisão de Alcatraz sem deixar vestígios. Para encobrir o desaparecimento, o governo inventou uma história de capa sobre a prisão ser fechada, devido a condições inseguras, e oficialmente informou que os presos haviam sido transferidos. No entanto, o agente federal Emerson Hauser, um jovem policial encarregado de transferir presos para a ilha em 1963, é um dos primeiros a descobrir que os presos não foram transferidos de verdade.

Na atual San Francisco, os “63” (como os guardas e presos desaparecidos são chamados) começaram a retornar, um por um. Estranhamente, eles não envelheceram nada, e eles não têm pistas sobre o seu paradeiro durante os anos que se passaram de 1963 até hoje. Ainda mais estranhamente, o governo vem esperando seu retorno, e Hauser agora dirige uma unidade secreta do governo dedicada a encontrar os presos que retornaram, esta unidade foi criada há muito tempo na expectativa do retorno dos presos. Para ajuda – lo Hauser conta com a detetive Rebecca Madsen e com o Dr. Diego Soto, um especialista  sobre a história de Alcatraz e de seus detentos.

Críticas sobre os episódios dessa série você também poderá conferir aqui no blog, a começar pela crítica do episódio Clarence Montgomery, que foi o oitavo episódio da primeira temporada.

Anúncios